I Love It Loud

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Saudoso Adoniram Barbosa!


                        


Em Homenagem ao Aniversário de 459 anos da Capital Paulista São Paulo, o Blog conta sobre João Rubinato, o popular, e saudoso Adoniran Barbosa, cantor, humorista, ator, compositor. 
Adoniram nasceu na cidade de Valinhos, SP, no dia 06 de Julho de 1912, e faleceu de parada cardíaca em São Paulo, no dia 23 de novembro de 1982. 
Aos dez anos, sua certidão de nascimento foi falsificada para 6/7/1910, a fim de que pudesse trabalhar, pois só com doze anos era permitido.
Sétimo filho de Fernando e Elba Rubinato, imigrantes italianos da cidade de Veneza, começou a trabalhar, criança, na cidade de Jundiaí, ajudando o pai no serviço de cargas em vagões na E. F. São Paulo Railway (atual E. F. Santos - Jundiaí). Nesta cidade ainda trabalhou como entregador de marmitas e varredor em uma fábrica.
Em 1924, a família muda-se para Santo André, SP e ali foi tecelão, pintor de parede, mascate, encanador, serralheiro, garçom, ajustador mecânico e vendedor.
Aos 22 anos se transferiu para São Paulo e onde foi morar numa pensão.
Nesta época já arriscava a compor, escrevendo Minha vida se consome (com Pedrinho Romano e Verídico) e Socorro (com Pedrinho Romano).
Como cantor, foi tentar a sorte em vários programas radiofônicos até ser aprovado em 1933 no de Jorge Amaral cantando Filosofia, de Noel Rosa e André Filho.
Em 1935, colocando versos na marchinha Dona boa de J. Aimberê, além de vencer o concurso de músicas carnavalescas da prefeitura de São Paulo, teve a sua primeira música gravada (com Raul Torres, na Columbia).
Foi neste ano (1935) que passou a usar o pseudônimo Adoniran Barbosa. Adoniran veio de um amigo de boemia e Barbosa foi extraído do sambista Luiz Barbosa, que admirava muito.
Por esta ocasião casou com uma antiga namorada, Olga e com ela teve uma filha, Maria Helena. O casamento não chegou a durar um ano. Em 1949 Adoniran casou-se novamente. Matilde de Lutiis foi sua companheira por mais de 30 anos e chegou até ser sua parceira em algumas composições.
Por cinco anos, atuando como cantor, animador e rádioator, trabalhou nas rádios Cruzeiro do Sul e Record. Nesta última, a partir de 1940 no programa Casa da Sogra de Osvaldo Moles, criou e atuou com sucesso vários personagens: Zé Cunversa (o malandro), Moisés Rabinovic (judeu da prestação), Jean Rubinet (galã do cinema francês), Perna Fina (motorista italiano), Mr Morris (professor de inglês) entre outros. Esta miscelânea de personagens viriam a influenciar no linguajar de suas composições futuras.
Junto com o Conjunto Demônios da Garoa (fundado em 1943 e que viriam a ser o seu maior intérprete) formou uma bandinha que animava a torcida nos jogos de futebol promovidos por artistas de rádio no interior paulista.
Participou como ator em vários filmes: Pif-paf (1945); Caídos do céu (1946); A vida é uma gargalhada (1950); O cangaceiro (1953); Esquina da ilusão (1953); Candinho (1954); Mulher de verdade (1954); Os três garimpeiros (1954); Carnaval em lá maior (1955); A carrocinha (1955); Pensão da Dona Estela (1956); A estrada (1956); Bruma seca (1961); A superfêmea (1973); Elas são do baralho (1977).
Inspirado no samba Saudosa maloca (de Adoniran Barbosa), em 1955 Osvaldo Moles escreveu para o rádio o programa História das malocas (no ar até 1965 na Record), onde Adoniran interpretou com enorme sucesso o personagem Charutinho. O programa chegou a ser levado até para a televisão.
Por ironia do destino, através da interpretação dos Demônios da Garoa, sua música Trem das onze (paulistaníssima) venceu o concurso de músicas carnavalescas no quarto centenário da fundação do Rio de Janeiro, RJ.
Na televisão participou de novelas, como A pensão de D. Isaura na TV Tupi e programas humorísticos na Record de São Paulo, como Papai sabe nada e Ceará contra 007.
Seu primeiro disco individual (LP) só surgiu em 1973, onde interpretou músicas suas, inéditas e antigas. No total gravou três LPs. Passou os últimos anos de sua carreira em esporádicos shows, restritos à região de São Paulo, sempre acompanhado pelo Grupo Talismã.
Adoniran, o grande representante da música popular paulistana, ganhou um museu, localizado na Rua XV de Novembro, 347. No Ibirapuera, um albergue de desportistas levou seu nome. Há um busto seu na Praça Don Orione (bairro do Bexiga). Virou também escola, praça, bar e no bairro do Jaçanã, há uma rua chamada Trem das Onze.
Principais composições:
Abrigo de vagabundo, Adoniran Barbosa, 1959
Acende o candieiro, Adoniran Barbosa, 1972
Agüenta a mão, Hervê Cordovil e Adoniran Barbosa, 1965
Apaga o fogo Mané, Adoniran Barbosa, 1956
As mariposas, Adoniran Barbosa, 1955
Bom-dia tristeza, adoniran barbosa e Vinícius de Moraes, 1958
Despejo na favela, Adoniran Barbosa, 1969
Fica mais um pouco, amor, Adoniran Barbosa, 1975
Iracema, Adoniran Barbosa, 1956
Joga a chave, Osvaldo França e Adoniran Barbosa, 1952
Luz da light, Adoniran Barbosa, 1964
Malvina, Adoniran Barbosa, 1951
Mulher, patrão e cachaça, Osvaldo Moles e Adoniran Barbosa, 1968
No morro da Casa Verde, Adoniran Barbosa, 1959
O casamento do Moacir, Osvaldo Moles e Adoniran Barbosa, 1967
Pafunça, Osvaldo Moles e Adoniran Barbosa, 1965
Prova de carinho, Hervê Cordovil e Adoniran Barbosa, 1960
Samba do Arnesto, Alocin e Adoniran Barbosa, 1953
Samba italiano, Adoniran Barbosa, 1965
Saudosa maloca, Adoniran Barbosa, 1951
Tiro ao Álvaro, Osvaldo Moles e Adoniran Barbosa, 1960
Tocar na banda, Adoniran Barbosa, 1965
Trem das onze, Adoniran Barbosa, 1964
Viaduto Santa Efigênia, Nicola Caporrino e adoniran barbosa
Vila Esperança, Ari Madureira e Adoniran Barbosa, 1968

   

domingo, 20 de janeiro de 2013

Mané...o Gênio das Pernas Tortas!!!


 
Há 30 anos perdíamos o Gênio das Pernas Tornas.

Mané, assim era chamado pelos amigos, pela família, e mais popularmente conhecido como Garrincha, um dos maiores jogadores de todos os tempos. Humilde, mas que arrastava multidões aos Estádios. Genial em seus dribles, um verdadeiro show em campo. O anjo das pernas tortas foi um dos principais jogadores na
conquista da Copa do Mundo de 1958, e mais ainda em 1962 após a contusão de Pelé.



Quem não conhece Carlos Drumond de Andrade heim? Inclusive este Poeta publicou uma crônica que foi publicada no Jornal do Brasil no dia 21 de janeiro de 1983, um dia após a morte de Mané:

"Se há um Deus que regula o futebol, esse Deus é sobretudo irônico e farsante, e Garrincha foi um de seus delegados incumbidos de zombar de tudo e de todos, nos estádios. Mas, como é também um Deus cruel, tirou do estonteante Garrincha a faculdade de perceber sua condição de agente divino. Foi um pobre e pequeno mortal que ajudou um país inteiro a sublimar suas tristezas. O pior é que as tristezas voltam, e não há outro Garrincha disponível. Precisa-se de um novo, que nos alimente o sonho".


Mané, e sua Pérola Negra, mulher valente, de fibra, e de uma voz marcante, digo de uma voz marcante
porque estou falando da cantora Elza Soares, que foi casada com Mané Garrincha durante 15 anos, de 1968, até o ano do seu falecimento em 1983.


Mané, e Elza Soares tiveram um filho chamado Manoel Garrincha dos Santos Junior, que infelizmente
faleceu aos 9 anos de idade em um acidente de carro. E nos momentos difíceis, a Pérola Negra sempre
esteve ao lado de Mané, que teve problemas com a bebida.



Abaixo um vídeo de 29 segundos, onde Garrincha, e Elza Soares aparecem juntos, muito legal.
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=ZhikYemXoog


Fica a Homenagem do Blog "Refrão na Rede" ao Mané, e sua Pérola Negra Elza Soares, mais uma história que só os apaixonados por música, e futebol sabem contar.



sábado, 19 de janeiro de 2013

Janis Joplin!


                                   


Janis Joplin foi muito mais do que a única mulher branca a alcançar reconhecimento interpretando blues (reduto de músicos negros, principalmente quando consideradas artistas do sexo feminino), foi também cantora de rock, dona de uma voz incomparável, e capaz de imprimir às músicas que cantava uma marca inconfundível de interpretação e sensualidade.

Nasceu em Port Arthur, Texas, no dia 19 de janeiro de 1943. em uma família humilde e conservadora que não aceitava facilmente o caminho que ela havia escolhido.

Já na adolescência cantava blues e folk inpirada por Bessie Smith, entre outras cantoras.
Em 1966 se mudou para a Califórnia e juntou-se à banda Big Brother and The Holding Company.
Em poucos meses Joplin tirou a banda da obscuridade, logo assumindo sua liderança (a princípio havia sido chamada apenas para fazer backing vocals).
Com esta banda Janis Joplin gravou o álbum Big Brother And The Holding Company em 1967 e Cheap Trills (um de seus melhores) em 1968.


Em busca de mais liberdade de decisão nos rumos que sua carreira tomava Joplin abandonou a banda Big Brother para formar a sua própria, The Kozmic Blues Band.

Seu primeiro álbum como artista solo, I Got Dem Ol' Kozmic Blues Again Mama. O resultado porém não foi tão bom quanto o esperado, pois embora a sua nova banda tivesse melhores músicos e melhores condições, não tinha a espontaneidade e sintonia que caracterizaram seus trabalhos anteriores.

Em busca da sonoridade mais simples e eficiente Joplin reformou sua banda com o novo nome de Full Tilt Boogie Band.
As mudanças no estilo foram imensas e para melhor, com uma sonoridade que destacava seu vocal que havia se desenvolvido sensivelmente.

JANIS NO BRASIL!

Janis Joplin esteve no Brasil em fevereiro de 1970, na tentativa de se livrar do vício da heroína, mas sua passagem foi bem conturbada, Janis era muito loucaaaaa.

Durante a sua estada, fez topless em Copacabana, bebeu muito, cantou em um bordel, foi expulsa do Hotel Copacabana Palace por nadar nua na piscina e quase foi presa, pelas suas atitudes na praia, consideradas "fora do normal".

Como era época de carnaval, tentou participar de um desfile de escola de samba, porém teve acesso negado por um segurança que desconfiou de sua vestimenta hippie.
Janis teve uma breve relação amorosa com o rockeiro brasileiro Serguei.



Em meio às gravações do álbum Pearl, Janis foi encontrada morta, vítima de overdose de heroína e álcool, ainda com as marcas de agulhas nos braços.

O álbum foi lançado com as faixas para as quais ela já havia gravado os vocais.
Ironicamente a música Mee and Bob McGee foi o maior sucesso de sua carreira, dois meses após a sua morte.

As últimas gravações que Janis fez foram Mercedes Benz e Happy Trails, sendo a última feita como um presente de aniversário para John Lennon que faria aniversário em 9 de outubro, em entrevista, Lennon contou que a fita chegou em sua casa após a morte de Janis.







No dia 3 de outubro de 1970, Janis visitou o estúdio Sunset Sound Recorders em Los Angeles, Califórnia, para ouvir o instrumental da música de Nick Gravenite, Buried Alive in the Blues, a gravação dos vocais estava agendada para o dia seguinte, pela noite ela foi para o hotel, no dia das gravações (4 de outubro) não apareceu no estúdio, então John Cooke (empresário da banda) foi até o hotel, onde a encontrou morta, vítima de overdose de heroína possívelmente combinada com efeitos do alcool.

Sua morte ocorreu quando tinha apenas 27 anos. Foi cremada no cemitério-parque memorial de Westwood Village, em Westwood, Califórnia, e numa cerimônia, suas cinzas foram espalhadas pelo Oceano Pacífico.

O filme The Rose, com Bette Midler, baseou-se em sua vida.


Acompanhe esse Vídeo maravilhoso no dia 16 de Agosto de 1969 em Woodstock, espetacular!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=Lz7x5pMdN0c







 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Elis...sempre Elis!!!




Considerada por diversos críticos a melhor cantora e intérprete de todos os tempos ElisRegina Carvalho Costa marcou sua década com interpretações impecáveis e uma voz forte, marcante e que emociona.

Elis surgiu dos Festivais de música popular brasileira dos anos 60, assim como Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil entre outros.

Foi a grande revelação do festival em 1965 ao cantar “Arrastão” de Vinícius de Moraes e Edu Lobo e então recebe o título de primeira estrela da canção popular brasileira da TV.
Elis Regina

Nascida na capital do Rio Grande do Sul em 17 de março de 1945, Elis iniciou sua carreira muito cedo, com apenas 11 anos de idade fez sua primeira apresentação em um programa da rádio, apresentado por Ari Rego e logo aos dezesseis anos, gravou seu primeiro LP.

A “pimentinha” como era chamada, tinha como meta a perfeição.
Exigia de si, de sua voz, de seus músicos e compositores, queria e fazia com excelência suas apresentações.
Seu estilo musical interpretado como o “fino da bossa nova”, tonava-se uma referência vocal desse gênero. Cantou em outros estilos também, como o samba “Tiro ao Álvaro” e “Iracema”.

Através de suas canções, Regina criticou diversas vezes a Ditadura brasileira, que exilou e perseguiu muitos de seus amigos músicos.
Uma de suas músicas com teor crítico, mas que teve grande repercussão foi “O bêbado e o equilibrista”, pois a canção marcou a volta de muitos brasileiros exiliados, a partir de 1979.

Em 19 de Janeiro de 1982, Elis Regina faleceu aos 36 anos de idade, devido complicações de uma overdose de cocaína e bebida alcoólica.
Foi sepultada no Cemitério Morumbi.

Suas canções ecoaram por décadas e ainda hoje se mantém vivas, causando impacto em todas as gerações.

Elis deixou três filhos, João Marcelo Bôscoli, fruto do seu casamento com o Músico Ronaldo Bôscoli, Pedro Camargo e Maria Rita, filhos de seu segundo marido o pianista César Camargo Mariano.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

O Poeta Louco, e Rebelde!

Em Homenagem ao dia do Compositor, uma singela homenagem ao Poeta Louco, e Rebelde Cazuza!

No dia 04 de abril em 1958 nascia no Rio de Janeiro, Agenor de Miranda Araújo Neto, o famoso Cazuza.

Considerado um dos principais compositores da nossa música popular brasileira, Cazuza formou uma parceria incrível ao lado de Roberto Frejat, e formou a Banda Barão Vermelho em 1980, sendo o primeiro álbum da Banda em 1982, na ocasião Cazuza tinha 23 anos de idade.



Cazuza também escreveu a letra da canção "Perto do Fogo" que a cantora Rita Lee musicou, e gravou. Ouçam no link abaixo:
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=KQ2kVslTTOc

Cazuza foi filho de João Araújo, que era produtor fonográfico, então ele já nasceu, e cresceu no meio de feras da música como Caetano, Elis, Gil, Gal Costa, entre outros.

O Barão Vermelho ganhou popularidade mesmo quando o cantor Ney Matogrosso gravou a canção "Pro Dia Nescer Feliz", até então as rádios na época não tocavam a banda, inclusive Caetano Veloso chegou a criticar as emissoras de rádio em um show no Canecão que só tocavam MPB E Pop Brasileiro, e ainda citou Cazuza como o maior poeta da geração!!


Ouçam a canção "Pro Dia Nascer Feliz" com Ney Matogrosso no link abaixo:
http://www.youtube.com/watch?v=T1YL5FE-uB0&feature=player_detailpage



Cazuza não tinha papas na língua, e assumia o que era...bissexual, inclusive tendo um romance com o Ney.
Ele deixou o Barão Vermelho para fazer carreira solo em Julho de 1985, onde lançou o disco "Exagerado", a canção em parceria com Leoni.

Não preciso nem citar as demais canções como Codinome Beija Flor, Ideologia, O Tempo Não Para, Faz Parte do Meu Show, entre tantas, e tantas...

Em 1987 Cazuza descobriu ser portador do Vírus HIV, mas foi em 1989 que ele oficializou a informação.

Seu último álbum foi "Burguesia" em 1989 ano de seu falecimento.

DISCOGRAFIA EM CARREIRA SOLO:

AnoÁlbumCertificaçõesVendas
1985ExageradoPlatina Duplo750.000
1987Só se For a DoisPlatina500.000
1988IdeologiaDiamante Duplo1.700.000
1988O Tempo não ParaDiamante1.200.000
1989BurguesiaPlatina Duplo850.000
1991Por aíPlatina600.000
2005O Poeta Está Vivo - Ao Vivo no Teatro Ipanema 1987Platina250.000


E para finalizar essa Homenagem, algumas fotos de Cazuza!!!






"Escrevo para não falar sozinho!"
Cazuza

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

David Bowie!!!



  

David Bowie é o nome artístico de David Robert Jones.
É um músico, produtor e ator inglês, considerado um dos maiores pop-rock stars do ocidente.

É conhecido como o camaleão do rock pelas mudanças de estilo musical e encarnar personagens temáticos em alguns de seus álbuns.

Criou músicas que ficaram conhecidas: "Space Oddity”, "Life on Mars", "Heroes" e "Ziggy Stardust" são algumas delas.

David Bowie nasceu em Brixton, Londres, no ano de 1947.
Era descendente de irlandeses.

Foi enviado ao Burnt Ash Junior School, onde já demonstrava dotes musicais através do canto.

Ouviu, a partir do pai, músicas de artistas tradicionais de rock, entre eles, Little Richard, cuja canção “Tutti Frutti” praticamente inspirou Bowie no ingresso ao mundo do rock.
Bowie teve educação requintada no Ravens Wood School, onde aprendeu línguas, desenho e música.

No começo da carreira, aos 15 anos, formou a banda Kon-rads, que tocava em eventos diversos.

Seu primeiro single foi "Liza Jane", que não fez sucesso. Depois de várias empreitadas em bandas de rock mal sucedidas, lançou a demo, “Space Oddity”, em 1969, que coincidia com a chegada do homem à Lua.
A música ficou em 5º lugar na Inglaterra, sendo o primeiro grande sucesso de Bowie.

A partir de 1970, David Bowie criou álbuns que seguiam a onda do rock pesado experimental. “The Man Who Sold the World” (1970) e “Hunky Dory” (1971) foram elogiados pela crítica e público.

Mas seria em 1972 que lançaria um dos maiores álbuns da história do rock e de sua carreira:
"The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars".

Era um álbum conceitual tendo como personagem o alter ego andrógino Ziggy Stardust e a música de mesmo nome, fez grande sucesso juntamente com “Starman”.
Nesse álbum, Bowie exacerbou o Glam Rock, segmento musical que mesclava o rock tradicional com a androginia e elementos cênicos.

Bowie teve uma carreira brilhante nos anos 70, com excelentes álbuns como “Aladdin Sane” (1973), “Diamond Dogs” (1974) e seu grande sucesso nos EUA, a canção “Fame”, que escreveu em parceria com John Lennon, do Álbum “Young Americans”.

Criou outra persona, o Thin White Duke, que foi incluído no álbum “Station To Station” (1977). Importante também foi a trilogia lançada em Berlim, com destaque para “Heroes”.

Nos anos 80, Bowie teve uma carreira irregular, onde os pontos altos foram a canção “Let’s Dance” e a parceria com Freddie Mercury na música “Under Pressure”.

Nos anos 2000, lançou o “Heathen” (2002) depois dos ataques de 11 de setembro nos EUA, acontecimento que inspirou o sombrio álbum, porém, bastante elogiado.

Em seguida, veio o “Reality”, que lhe rendeu uma turnê em 2003 e 2004.
Bowie, que sofreu um infarto numa turnê em 2004 e resolveu aposentar-se, embora tenha feito poucas apresentações ao vivo com outros artistas.

É considerado um dos artistas mais influentes do Rock e Pop do século XX.


Também atuou em alguns filmes: Christiane F. (1981) (sendo ele mesmo numa banda de rock); “Fome de viver" (1983) fazendo personagem de vampiro contracenando com Catherine Deneuve e “A Última Tentação de Cristo” (1988) de Martin Scorsese, só para citar alguns.

David Bowie já deu declarações de que era bissexual, embora tenha desmentido depois.

É casado com a modelo somali Iman Abdulmajid desde 1992.

Ganhou prêmios diversos como certificações de ouro (9) no Reino Unido, e é considerado pela revista Rolling Stone como o 39º artista em lista de 100.

Em 1996, entrou para o Rock and Roll Hall of Fame. É um dos artistas mais influentes do Rock e Pop do século XX.

DISCOGRAFIA:

  • David Bowie (1967)
  • Space Oddity (1969)
  • The Man Who Sold the World (1970)
  • Hunky Dory (1971)
  • The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars (1972)
  • Aladdin Sane (1973)
  • Pin Ups (1973)
  • Diamond Dogs (1974)
  • Young Americans (1975)
  • Station to Station (1976)
  • Low (1977)
  • "Heroes" (1977)
  • Lodger (1979)
  • Scary Monsters (and Super Creeps) (1980)
  • Let's Dance (1983)
  • Tonight (1984)
  • Never Let Me Down (1987)
  • Black Tie White Noise (1993)
  • The Buddha of Suburbia (1993)
  • Outside (1995)
  • Earthling (1997)
  • 'Hours...' (1999)
  • Heathen (2002)
  • Reality (2003)
  • The Next Day (2013)


  •                         

    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

    Elvis Presley!!!



    Elvis Presley nasceu em East Tupelo, Mississipi, Estados Unidos no dia 08 de janeiro de 1935.

    Filho de Vernon Presley e Gladys Presley, nasceu de um parto difícil, de gêmeos, onde seu irmão não sobreviveu. Em 12 de setembro de 1948, sua família muda-se para Memphis, Tennessee.
    De família pobre, trabalhou como lanterninha de cinema e como caminhoneiro.
    Em 1953, concluiu seus estudos secundários.

    Passou sua infância em Memphis, Tennessee, onde participava do coro da igreja evangélica local, onde recebeu influência do blues.
    Em 1954, foi contratado pelo produtor musical da Memphis Recording Service, Sam Phillips, então a procura de um cantor branco que cantasse blue.
    Em 1954 grava seu primeiro disco, um compacto com as músicas "That's all right" e "Blue Moom of Kentucky". Suas apresentações encantavam as plateias.
    No dia 2 de outubro fez sua primeira apresentação fora de seu estado, em Atlanta, Geórgia.


    Em 1955, foi contratado pela gravadora RCA Victor. Suas músicas "Mystery train" e "Baby Let's play house", já ocupavam as paradas de sucesso.
    Suas apresentações nos programas de rádio e televisão fascinavam o público.
    Em 1956, Elvis apresentou-se no programa de televisão dos irmãos Dorsey e seu álbum Heartbreak Hotel alcançou num só ano a marca de nove milhões de cópias vendidas.


    Atuou em seguida no filme "Love Me Tender", primeiro de uma série de 33 gravações.

    Elvis Presley inicia suas apresentações internacionais, encantando e escandalizando as plateias, com sua maneira exagerada de rebolar.
    Em 1958, é chamado para servir o exército. No dia 14 de agosto, morre sua mãe. Em outubro é transferido para uma base militar dos Estados Unidos, na Alemanha, onde fica até março de 1960.


    De volta a sua cidade, retorna aos palcos e marca com sua apresentação no programa The Frank Sintra Show, onde com suas roupas extravagantes, realiza uma de suas melhores apresentações.

    Participa de vários filmes, entre eles, "Fun in Acapulco"(1963) e "Viva Las Vegas"(1964).
    No dia 1 de maio de 1967, casa-se com Priscilla Presley, em Las Vegas. No dia 1 de fevereiro de 1969 nasce Lisa Marie Presley.



    Depois de oito anos afastado dos palcos, Elvis volta em 1969, a se apresentar em Las Vegas, em várias temporadas.
    Grava novo disco, e as músicas "Suspicious Minds", "In the Ghrtto", despontam nas paradas.

    Em 1970, Elvis volta aos palcos, com grandes apresentações, onde bate todos os recordes de público. Com seu rebolado provoca reações histéricas nas plateias adolescentes.
    O movimento que executa com os quadris, ao dançar, valeu-lhe o pelido de "Elvis the pelvis". Em janeiro de 1973, separa-se definitivamente de Priscilla Presley.

    No auge de sua carreira, com grandes apresentações e gravações, envolve-se com problemas pessoais e de saúde.
    No dia 21 de junho de 1977, fez seu último show em Los Angeles.


    No dia 16 de agosto morre Elvis, de ataque cardíaco.

    Após sua morte em Memphis, em 16 de agosto de 1977, oito milhões de cópias de seus discos esgotaram-se em apenas cinco dias.






    Graceland, a suntuosa mansão do cantor na cidade, ainda hoje é local de peregrinação de seus admiradores.




    Discografia do Rei do Rock!

    Década de 1950

    Década de 1960

    Década de 1970