Weightless

domingo, 27 de outubro de 2013

Lou Reed!


                   
         

 O músico Lou Reed morreu aos 71 anos, na manhã deste domingo (27), em Long Island, Nova York, nos EUA.
O agente literário do artista, Andrew Wylie, disse à agência de notícias Associated Press que ele morreu em decorrência de problemas no fígado.
O cantor passou por uma cirurgia de transplante de fígado em maio de 2013.

Venerado nos círculos musicais graças à fundação do grupo The Velvet Underground e sua carreira solo, o cantor, guitarrista e compositor publicou em seu site, em junho, que esperava voltar em breve a escrever canções que toquem "o espírito e os corações" de seus fãs.




Lou Reed nasceu em 2 de março de 1942, em Nova York, nos EUA.
Ele fundou em 1964, com John Cale, o Velvet Underground, uma das bandas mais influentes da história do rock.
O disco mais conhecido da banda é "The Velvet Underground and Nico", de 1967. A capa foi desenhada pelo artista Andy Warhol, que adotou a banda e ajudou a divulgá-la.
 
Ele também lançou discos solo cultuados, como "Transformer", de 1972, produzido por David Bowie, e "Berlin", de 1973.
A única música que Lou Reed conseguiu transformar em sucesso nas rádios dos EUA foi "Walk on the wild side", de 1972.
O músico se casou em 2008 com a artista Laurie Anderson.
O álbum mais recente lançado por ele foi a parceria com o Metallica "Lulu", de 2011.
Lou Reed posa ao lado dos integrantes do Metallica, com quem lançou o disco 'Lulu', em 2011 (Foto: Divulgação)
Ele visitou o Brasil em 2010, para shows com  o Metal Machine Trio. Ele também divulgou seu livro "Atravessar o fogo".
Entre os trabalhos solo, o mais recente foi "Hudson River Wind Meditations", com músicas para meditação.  
 

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Vinícius de Moraes!



Vinicius de Moraes foi um nome muito importante no meio cultural brasileiro.
Diplomata de carreira destacou-se como poeta modernista, mas também como compositor e letrista popular.
Marcus Vinicius da Cruz de Mello Moraes nasceu em 1913, no Rio de Janeiro, onde morre, infelizmente, em 1980.

Com apenas 15 anos, quando estava no curso secundário, começa a compor músicas populares.
Em 1933, conclui o curso de direito. No mesmo ano, publica seu primeiro livro, a coletânea de poemas: O Caminho para a Distância (1933). Em 1935, surge: Forma e Exegese.

Em 1938 vai estudar na Inglaterra e lança: Novos Poemas.

De volta ao Brasil, ingressa no ministério das relações Exteriores, em 1943. Nesse ano, o livro: Cinco Elegias inaugura uma nova fase em sua poesia.

De um início marcado fortemente pela religiosidade neossimbolista, o lírico Vinicius passa para uma temática mais próxima do amor, do erotismo e das angústias do desejo. Fala mais do cotidiano, de temas sociais, e sua linguagem se torna mais coloquial.

Em 1953 compõe seu primeiro samba: “Quando tu passas por mim”, e publica a peça: Orfeu da Conceição, em 1954. Em 1956 conhece o compositor Tom Jobim, sendo que duas de suas composições com Jobim foram: Chega de saudade e Outra vez, gravadas por Elizeth Cardoso no disco: Canção do Amor demais em 1958, com acompanhamento ao violão de João Gilberto. Ambas as músicas se tornam um marco da Bossa nova.


É de Vinicius a letra de Garota de Ipanema, a música brasileira mais conhecida em todo o mundo.



Entre 1955 e 1956, prepara o roteiro do filme: Orfeu Negro, do diretor francês Marcel Camus, que ganha o Oscar 1959 de melhor filme estrangeiro.

No inicio dos anos 60, compõem com outros músicos como Carlos Lyra, Edu Lobo, Pixinguinha, Dorival Caymmi e Francis Hime. Com Baden Powell, cria afros sambas famosos como: Canto de Ossanha e Berimbau.

É aposentado do serviço em 1968 pelo regime militar. A partir de 1969, torna-se parceiro do violinista Toquinho, com quem faz shows no Brasil e no exterior até sua morte.



Porém, pode-se dizer que Vinicius de Moraes se imortalizou.
Suas obras continuam a serem lidas e admiradas até hoje.

Suas composições sempre são cantadas e interpretadas novamente. Quem contribui para a cultura nunca será esquecido.



"Se o amor é fantasia, eu me encontro ultimamente em pleno carnaval".

Vinícius de Moraes

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

John Lennon!!!


                     


John Lennon nasceu em Liverpool, Inglaterra no dia 09 de outubro de 1940.

Na adolescência, liderou a banda The Quarrymen, que pouco tempo depois, seria integrada também por Paul McCartney, seu parceiro em inúmeras canções com os Beatles.

De 1962 a 1970, John Lennon viveu o sucesso da beatlemania pelo mundo inteiro, revolucionando costumes e compondo junto com Paul McCartney músicas que sempre figuravam entre as 5 canções e álbuns mais vendidos da década de sessenta.

Em 1966, John Lennon conheceu a artista plástica japonesa Yoko Ono, na época que era casado com Cynthia Powell. Lennon casou-se com Yoko em 1969 e aproveitando-se da ocasião, fizeram uma campanha a favor da paz, ficando um mês na cama. O evento foi intitulado de Bed-in e serviu de mote contra a guerra do Vietnã.

Com o fim dos Beatles, em 1970, Lennon já tinha causado polêmica com o álbum "Two Virgins", cuja capa, aparecia ele e Yoko nus. Nos anos 70, o casal participou de movimentos e campanha contra a guerra do Vietnã e se juntou a ativistas como Jerry Rubin, Abbie Hofmann e Angela Davis, o que lhe causou sérios problemas com o governo americano.


Após um período de separação com Yoko, Lennon reconciliou-se com ela, e conseguiu o visto de permanência nos EUA.

O ex-beatle teve dois filhos. O mais velho, Julian, nasceu em Liverpool, como o pai, no dia 8 de abril de 1963. É fruto do casamento com Cynthia Powell. O caçula Sean é nova-iorquino e nasceu dia 9 de outubro de 1975, mesmo dia que John nasceu, do casamento com a artista plástica japonesa Yoko Ono.


Depois de 5 anos de reclusão, voltou a lançar um álbum, o “Double Fantasy”, em 1980.


Algumas canções, tanto com os Beatles como as compostas em carreira solo, levam a sua marca pessoal: “Help”, “In My Life”, “Strawberry Fields Forever”, “Across the Universe”, “Come Together”, “Give Peace a Chance”, “Instant Karma”, "Mother, “Imagine”, “Happy Xmas” “Mind Games” e “Woman”.

Porém, no dia 08 de dezembro, Lennon foi brutalmente assassinado em frente ao seu prédio por um fã maluco, Mark David Chapman, causando a maior comoção da história do pop-rock, ele retornava de um estúdio de gravação junto com sua mulher.


Acabava ali um grande sonho, pois ele lutava pela Paz no Planeta, sim era um grande formador de opinião, e poderia influenciar uma multidão.

Abaixo o link da belíssima canção "Imagine".

https://www.youtube.com/watch?v=bBW8g64Vzf8